logo

Prorrogado convênio com Governo do Estado que oferece acesso a crédito para empresas associadas e assistidas no Acelera 21

publicado em:16/09/21 4:00 PM por: ascomacipa Notícias

Com gestão da Agência de Fomento, o Governo do Estado prorrogou parceria com a Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa) para facilitar o acesso ao crédito e apoiar os empreendedores associados, principalmente os que estão vinculados ao Acelera 21. 

O programa de crédito viabiliza recursos nas modalidades de capital de giro, fixo e misto com limite de até R$ 30 mil para MEI e até R$ 100 mil para demais enquadramentos, com taxa de juros variando entre 1,49% a.m com prazo de até 36 meses, 1,69% a.m com prazo acima de 36 meses e limitado a 60 e 1,99% a.m para empresas com restritivos.

Joseph Madeira, presidente da Acipa, registra o grau de contribuição desta parceria avaliando que o momento de recuperação vivido ganha forças com o convênio. “O Acelera 21 foi projetado para ajudar empresários a se recuperarem e agora com o funcionamento do comércio quase que em níveis normais, o programa de crédito que resulta da parceria com o Governo do Estado, Agência de Fomento e Acipa confere um grau a mais de auxílio nesse percurso”, pontua. 

Empresas com restritivos – Betânia Bernardes, coordenadora de crédito da Agência de Fomento informou que “estamos aceitando restritivos no CNPJ da empresa ou no CPF do sócio, adquiridos no período de pandemia, para facilitar que essa dívida seja sanada e que a empresa tenha mais condições de negociar com seus fornecedores. Importante salientar que o avalista, no entanto, não pode ter limitações em seu CPF”. A coordenadora ainda colocou à disposição dos interessados uma rede de agentes para  tirar dúvidas e ajudar no preenchimento de formulários. 

Regras de acesso – De acordo com a resolução do programa de crédito para o acesso é necessário que o(a) empresário(a) comprove o vínculo com a Acipa, apresente comprovação da atividade, possua documentação junto a órgãos públicos ou privados que certifiquem que o proponente tem autorização para exercer a atividade, assim como devidas liberações, preencha o questionário de Risco Socioambiental (quando houver necessidade), apresente capacidade de pagamento na análise de crédito e possua confirmação de bom relacionamento com fornecedores e terceiros. 

*Com informações da Agência de Fomento





Comentários



Adicionar Comentário




dezesseis − 13 =