logo

ACIPA e 6º BPM discutem implantação de central de monitoramento no comércio de Taquaralto

publicado em:30/10/19 5:28 PM por: ascomacipa NotíciasNotícias

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Palmas (ACIPA), Joseph Madeira, se reuniu nesta quarta-feira, 30, com o tenente coronel e comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar (BPM), João Leyde de Souza, o capitão PM Oliveira e o Major Franco,  para discutir a implantação do projeto de criação e instalação de uma central de monitoramento na Avenida Tocantins, em Taquaralto. O diretor de Comércio de Taquaralto da ACIPA, Rikarty Lira, e o presidente do Conselho de Segurança Pública (Conseg), Enoque Carvalho, também participaram da reunião.

“A ACIPA está à disposição na busca de soluções de segurança para a região e também para outros pontos da Capital onde há empresários, lojistas, comerciantes que estejam sofrendo com a falta de segurança”, destacou Joseph Madeira. Segundo o presidente, o projeto cria condições de segurança para o desempenho das atividades das empresas na região  e  uma solução imediata para o problema. Madeira também é presidente do Sindicato das Empresas de Segurança Privada do Tocantins (Sindesp).

Para o comandante, o sistema de monitoramento tem o objetivo de reprimir a criminalidade. “Temos informações da Sefaz (Secretaria da Fazenda) que a segunda maior arrecadação de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços) é da Avenida Tocantins, que só perde para a Cônego João Lima, em Araguaína. Esse é um ponto central e motivador da ação”, justificou.

Modelo de Miracema – De acordo com o ten. Cel. De Souza, o modelo a ser implantado em Taquaralto será o mesmo já instalado em Miracema do Tocantins.  O método proposto é mobilizar a sociedade por meio de reunião com o Conselho de Segurança Pública (Conseg), formado por cidadãos com as forças de segurança, a ACIPA – para mobilizar a classe empresarial -, entidades e a sociedade de modo geral para contribuir com a instalação do projeto que pode ser modular, captando recursos para sua implantação.

O diretor do Comércio da ACIPA, disse que a ação de videomonitoramento integrada com a sociedade “unifica forças, aproxima e impulsiona a capacidade tanto da Polícia Militar, quanto da ACIPA”, disse.

Aproximação da ACIPA –  O empresário e presidente do Conseg, Enoque Carvalho, que já foi associado à ACIPA e que não está mais nos quadros, vê com bons olhos essa iniciativa. “Essa ação é uma aproximação com o comercio da região Sul. Havendo a integração, esse é um trabalho espetacular porque dinamiza muito a ação da polícia e traz a resposta mais rápida para a sociedade, vejo com muito bons olhos”, frisou.

Para ele, a presença mais atuante da ACIPA na região Sul tem um significado. “A ACIPA sempre foi muito reservada àquele pedaço do plano diretor, nós ficamos dependendo de associações outras que estavam mais próximas e que também não prosperavam. A presença do trabalho constante e mais efetivo da ACIPA aqui, prioriza, antes de tudo, o empresário e isso também contribui para a notoriedade da ACIPA na região”, finalizou.





Comentários



Adicionar Comentário




11 − 6 =